Notícias

Diretoria do Sindicato dos Empregados de Empresas de Segurança e Vigilância de MG debatem projetos de Segurança Pública na Câmara

21439265 1442574445818376 1162940438 o 1

21439265 1442574445818376 1162940438 o 1 

           Na tarde da última terça-feira (05), compareceram no Plenário da Câmara de Formiga Diretores do Sindicato dos Empregados de Empresas de Segurança e Vigilância do Estado de Minas Gerais, através do Presidente, Romualdo Alves Ribeiro e os Diretores Alexandre Araújo Pinto e Vera Gomes. Também esteve presente o Diretor da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adelmo Rodrigues.

            Os diretores estiveram no município a convite do vereador Cabo Cunha, autor de 2 Projetos de Lei que encontram-se em tramitação nesta Casa sendo: Projeto de Lei nº 71/2017, que obriga estabelecimentos financeiros localizados no município a instalarem, nas fachadas externas e nos outros acessos externos, grades ou portas de ferro e câmeras de altas definição; e Projeto de Lei nº 75/2017, que obriga as instituições bancárias públicas ou privadas e as cooperativas de crédito localizadas no Município de Formiga a contratar vigilância armada para atuar 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados.

            Os vereadores Flávio Couto e Flávio Martins participaram do debate juntamente ao Policial Civil, Samuel Vasconcelos, o Servidor do Executivo, João Gonçalves Pereira e o Assessor Jurídico da cidade de Pains, Renato Soares.

            Após vários pontos dos projetos debatidos amplamente, o Sindicato se mostrou totalmente favorável destacando além da segurança da comunidade a geração de empregos. “Sem dúvida alguma trata-se de um projeto de extrema importância visto os últimos acontecimentos na cidade e também para a categoria de profissionais em vigilância. São projetos que irão trazer mais segurança e emprego para Formiga”, destacou o Presidente do Sindicato, Romualdo.

            O Diretor da CTB, Adelmo Rodrigues parabenizou a Câmara de Formiga por estar atenta aos problemas que vão surgindo e a Câmara Municipal deve pensar na solução desses problemas.

21458701 1442574595818361 1663371019 o 1

Acessibilidade
%d blogueiros gostam disto: