Município

Hino e Brasão

Brasão de Formiga

HINO OFICIAL À CIDADE DE FORMIGA

Ó Formiga, a quem tenho tanto amor, 

Nos teus campos de rara beleza, 

Tu confirmas, com todo o esplendor, 

Que, do Oeste, tu és a Princesa. 

ESTRIBILHO: 

Já é gloria nascer brasileiro. 

Há, porém, que feliz assim diga: 

“Meu orgulho maior é ser mineiro 

E mineiro nascido em Formiga!” 

II 

O teu povo é feliz no labor, 

No trabalho fecundo e na paz 

E por isso repete, com ardor: 

“És o orgulho de Minas Gerais!” 

(O Hino à Formiga, escrito por Rui Peirão, com melodia de Francisco Fonseca, foi oficialmente reconhecido pela Lei 836, de 27 de dezembro de 1971)


BRASÃO DE FORMIGA

Lei nº 665 de 14 de dezembro de 1967

IBrasão de Formiganstitui símbolo Municipal e dá outras providências.

O Povo de Formiga, por seus representantes decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º O Município de Formiga, será simbolicamente representado por um “Brasão de Armas” e uma “Bandeira”.

Art. 2º O “Brasão de Armas” que exaltará a situação geográfica do Município e seu povo profundamente religioso e ordeiro que laboriosamente, concorre para a grandeza da Pátria, terá a seguinte descrição heráldica:

Estudo Português (ibérico) esquartelado tendo no primeiro quartel em campo goles (vermelho) um gibão de Bandeirantes de Ouro sobre um machado e um arcabuz de prata cruzados; no segundo um campo de blau (azul) uma coroa de Conde, de ouro, carregadas de pedrarias encimada por estrela de prata; no terceiro de campo azul a fachada da Igreja de São Vicente de Férrer de prata; no quarto e último campo de goles (vermelho) uma formiga “obreira” de ouro num contra chefe (campanha) de sinopole (verde), uma faixa e uma contra faixa ondada de prata. Um listel de prata carregado com os seguintes dizeres de goles (vermelho): 1675 – Formiga – 1958. Tudo encimado pela coroa mural de cinco torres de para, que é a cidade.

§ 1º -A interpretação é a seguinte:
O estudo português em toda a sua beleza, lembra a origem lusitana de nossa pátria; o gibão, o machado e o arcabuz evidenciam os bandeirantes de Lourenço Castanho; a estrela de prata ressalta o Sargento Mor João Gonçalves Chaves, fundador da localidade, a coroa de Conde fala de Dom Marcos Noronha, Conde dos Arcos, criador da aldeia de Formiga; a Igreja de São Vicente Férrer em toda sua imponência traduz especificamente a proclama fé católica do povo formiguense; a formiga “obreira” o topônimo municipal; a faixa e a contra faixa onda, lembram o Rio Formiga, com o seu afluente; as datas: 1675, bandeirantes, o primeiros povoadores, 1958, elevação a categoria de cidade por força da Lei Estadual nº 880, de 06 de junho.

§ 2º – Os metais e esmaltes do “Brasão” de Armas têm a seguinte significação: Ouro – força; Prata – candura; Blau (azul) – serenidade; Goles (vermelho) – intrepidez; Sinopole (verde) abundância.

Art. 3º A “Bandeira” da cidade será branca tendo ao centro, em suas cores naturais o “Brasão de Armas” de Formiga e será usada nas festividades cívicas.

Art. 4º Os papéis das repartições Municipais serão timbrados com o “Brasão de Armas” de Formiga.

Art. 5º Fica o Governo do Município autorizado a dentro do prazo de 60 dias contado da data desta Lei, providenciar a efecurção dos símbolos mencionados nos arts. 1º e 2º.

Art. 6º Revogadas as disposições em contrário, entrará essa lei em vigor na data de sua publicação.

Mando portanto a todos a quem o conhecimento e execução desta lei pertencer que a cumpram e façam cumprir tão inteiramente, como nela se contém.

Prefeitura Municipal de Formiga, 14 de dezembro de 1967

                                                                     Mariano Silva
                                                                  Prefeito Municipal

                                                                 Dora Lima Oliveira
                                                                      Secretária

%d blogueiros gostam disto: